Bem vindos ao meu mundo, sombrio e obscuro



Aqui tenho a liberdade de postar tudo que eu aprecio.

"sei exatamente como é querer morrer, como machuca sorrir, como você tenta se encaixar mas não consegue, como você se fere por fora tentando matar o q tem por dentro..."



27 de nov de 2011



Foram incontáveis horas, minutos e segundos.
Dias que pareciam anos.
A doce lembrança de te-la
Atormenta-me por não vê.
Agora aqui sentada sobre essa lapide.
As lembranças se tornam fantasmas.
Se fazem presentes.
E hoje eu sinto que o vazio que estava completo dentro de mim,esta indo embora.
Aos poucos os sentimentos morrem.
As palavras ja não existem.
As lembranças são esquecidas.
E meu coração ja não pulsa.


Naquela bela noite. Onde resurguiram fantasmas do passado. 
Eu me destruí, provei do meu próprio veneno.
Fui ao céu, mas logo voltei para o inferno.
São tantas lembranças.
 Tantas agonias, aflições.
O que faz de mim ser humano tão imprestável, tão amaldiçoado.
Logo me surge uma explicação.
Talves o amor.
O amor me fez entrar em decadência me fez morrer aos poucos.
Tirou-me tudo.
Sentimento maldito que me destruiu.

Aqui estou novamente.
Sem rumo.
Sem amor.
Parece-me que todas as desgraças vieram ao meu encontro.
 Assusto-me ao me olhar no espelho e ver o que me tornei.
Um ser frio e de puro ódio.
Não que eu seja realmente assim.
 Mais é difícil mostrar ao mundo quem realmente sou.
 Uma criança desprotegida, frágil e medrosa.
Uso apenas uma pequena mascara que faz com q os outros vejam o que eu quero que eles vêem.
Não sou pura bondade mais também não sou mau.
É difícil tudo isso.
Porem quando minha armadura cai eu recolho todas as partes dela.
E a remonto.
Não é a mesma coisa, pois nunca será.
 Mais a cada vez que eu me reconstruo sinto que falta algo.
Talvez seja um vazio que eu nunca conseguirei construir.


13 de nov de 2011

Algumas revelações - Mortiça Morgan


Um novo mundo começa apos um pequeno ato.
Meus inimigos viram companheiros.
Os desconhecidos amores passageiros.
Assim começo a abrir minha garrafa de vinho.
Tudo se transforma, a vida fica menos tediosa.
Minhas atitudes ficam mais ousadas.
E você vira a pessoa perfeita.
Não se esconda entre dois ou três goles dessa bebida, a noite ainda não acabou.
E se você quiser aproveitar. Aproveite me use ate não me querer mais.
Essa noite sou tudo aquilo que não consigo ser quando estou sóbria
 
A sensação que tenho é que sempre estou no controle.
Apenas um gole da doce bebida.
Basta apenas que eu deite sobre seu belo tumulo para que as idéias venham a minha mente.
Nobre alma nem sei ao menos sua historia.
Mais insisto em dias insanos perturbar-te.
É uma sensação tão boa.
Um desconhecido conforta-me em dias confusos.
E na calada da noite, onde já não ha mais vida. Todos aqueles que la habitam.
Confortam-me e devolvem-me a paz


Musicas Favoritas